Não confio em noites sem vento

Não sei se vocês chegaram da rua agora ou colocaram a cabeça para fora da janela, mas está uma noite estranha. Não há vento, e o ar que restou está pesado. Não se vê uma só estrela no céu, e a lua, envergonhada com seu rosto redondo todo à mostra, puxou para si uma coberta de neblina, tentando esconder um brilho gritante em meio à escuridão opaca. 

Não sei se vocês notaram, mas uma garota, tão imprecisa quanto a escuridão, estava andando de pijama na noite pálida e deixou escorrer uma lágrima, que acabou virando orvalho numa flor murcha jogada na estrada.

[Não confio em noites sem vento ou sem estrelas. Não confio em mim sem você.]

2 thoughts on “Não confio em noites sem vento

Seu mimimi aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s