Primeiro emprego

Ela devia ter 16, 17 anos. O irmão mais velho decretou: “Arranjei um emprego pra você no escritório de contabilidade, vai lá que eles estão precisando”.

Tem experiência?
– Não.

Sabe datilografar?
-Não.

Você nunca trabalhou fora?
– Não.

E o que é que você sabe fazer?
– A única coisa que eu sei fazer é escrever bem.

Ela voltou para casa sem o emprego.

*

“Escrever bem nunca significou nada, mãe”.
“Pra eles, você pode escrever tudo errado, não faz diferença”.

Eu deveria ter tirado uma lição disso, mas resolvi fazer um post num blog que não existe realmente.

4 thoughts on “Primeiro emprego

  1. “Mas resolvi fazer um post num blog que não existe realmente” e hoje, em junho de 2013 (mais de um ano depois desta publicação), tomei conhecimento do seu blog e acabei me identificando com o presente post…
    Parabéns pelo espaço que criou aqui, Julliane!🙂
    Realmente gostei de ler os posts e de ficar por um tempinho refletindo acerca das suas reflexões…

    1. Uau, que incrível seu comentário, Camila!
      Muito obrigada pelas palavras, fizeram minha semana mais feliz.
      Desde que vi o post da ilustradora feminista no seu blog, estou de olho nos seus textos. Vou ficar mais daqui por diante.😀

  2. Ju, seu post pode ser usado para começar uma aula em um escritório de contabilidade?! hahaha (com créditos, obviamente) Se me autorizar, ele será uma boa reflexão para chacoalhar a necessidade de uma boa comunicação por lá. Os tempos mudaram.🙂 Adorei o blog!❤

Seu mimimi aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s